Google+ Followers

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Transcrição de Notícia - Universitários do Porto

Alunos universitários que apresentam ansiedade, pânico, depressão e doenças mais graves como esquizofrenia são os que mais procuram o serviço Consulta do Universitário, um apoio médico gratuito na Universidade do Porto.

«Alguns estudantes, a maior parte, vêm-nos procurar com patologia do foro ansioso e depressivo, sobretudo estudantes que estão deslocados das casas da família de base, mas também temos um grupo bastante representativo de indivíduos que têm patologia mais grave, tipo esquizofrenia», explicou Celeste Silveira, médica psiquiatra, numa entrevista telefónica à Lusa.
De acordo com a mesma agência noticiosa, o Hospital de São João no Porto oferece na Universidade este serviço de apoio gratuito que foca, desde 2007, na consulta psiquiátrica e saúde mental do estudante universitário.

«Acho que para a população dos estudantes do Ensino Superior deveria haver uma maior procura, mas os estudos dizem que estes estudantes, por questões de estigma e de sentimento de invasão da sua privacidade, muitas vezes não procuram tanto a ajuda dos serviços de psiquiatria como deveriam», acrescentou ainda a média psiquiatra, citada pela Lusa.

Os estudantes que mais têm procurado apoio na área da saúde mental são os de Medicina, mas também há alunos de Enfermagem, Engenharia, e Arquitetura.

Apesar das patologias identificadas, a psiquiatra Celeste Silveira revela que há ainda poucos universitários a pedir apoio sobre consumo de estupefacientes.


Limito-me a proceder à transcrição porquanto o texto fala por si.
A depressâo não é coisa privada dos mais sensíveis, dos fracos, dos velhos, das mulheres etc. como qualquer outra doença, AVC, Cancro que por vezes até ocorre mesmo naqueles que têm vidas saudáveis, alimentação equilibrada, exercício físico, são alegres, confiantes etc... A depressão não é uma doença de excepção!   

Seguidores

Livros cuja leitura recomendo

  • Sexo e Amor, de Francesco Alberoni, Bertrand Editora
  • Recriar o Seu Ser, Neale Donald Walsch
  • O Profeta, Khalil Gibran
  • O Poder do Agora, Eckhart Tolle, Pergaminho
  • O Feminino Reencontrado, de Nathalie Durel, Ariana Editora
  • O Cavaleiro da Armadura Enferrujada, de Robert Fisher, Editorial Presença
  • O Caminho Menos Percorrido, de M. Scott PecK, colecção xix
  • As Vozes de Marraquexe, Elias Canetti

Depressão - quando como porquê...

A criação deste Blog advém de, ao longo de vários anos, ter percepcionado que em Portugal esta doença é quase tabu; envolvida pela vergonha de quem padece e pelo desconhecimento político da sua real dimensão e implicações, bem como das respostas existentes para o seu tratamento... Apenas pretendo abrir um espaço para a interrogação a denúncia a informação... Talvez dessa troca de ideias resulte benefício para alguém ( doente, familiar, amigo... ) como, por exemplo, a identificação do seu sofrimento, o início da compreensão e da aceitação da depressão como doença, um incentivo para a procura de mais conhecimentos, um incentivo para predir ajuda na sua cura ou na melhor qualidade de vida, ou o renovar da esperança perdida... Bem hajam! os que quiserem e não tiverem medo ou vergonhar de comentar: criticar, sugerir, informar, questionar, contar, interrogar-se, lamentar-se...