Google+ Followers

sábado, 17 de abril de 2010

Ciência Psicadélica no Seculo XXI

Será que vamos ter alucinogénicos antidepressivos?
Quem pesquisar na Net. vai aperceber-se que existem em cursos muitos estudos nomeadamente no Brasil e toda a América do Sul sobre a utilização de plantas com estas propriedades baseados em na medicina tradiconal dos índíos e nos seus rituais. Segundo um estudo da Universidade de Hopkins dos EUA estas substãncias poderão em certos casos ser mais saudáveis que os actuais antidepressivos. Decorrem na Califórnia actualmente conferências de especialistas na matéria.
A pesquisa científica continua, o que não pode parar é a contínua busca individual do conhecimento de si próprio.

Seguidores

Livros cuja leitura recomendo

  • Sexo e Amor, de Francesco Alberoni, Bertrand Editora
  • Recriar o Seu Ser, Neale Donald Walsch
  • O Profeta, Khalil Gibran
  • O Poder do Agora, Eckhart Tolle, Pergaminho
  • O Feminino Reencontrado, de Nathalie Durel, Ariana Editora
  • O Cavaleiro da Armadura Enferrujada, de Robert Fisher, Editorial Presença
  • O Caminho Menos Percorrido, de M. Scott PecK, colecção xix
  • As Vozes de Marraquexe, Elias Canetti

Depressão - quando como porquê...

A criação deste Blog advém de, ao longo de vários anos, ter percepcionado que em Portugal esta doença é quase tabu; envolvida pela vergonha de quem padece e pelo desconhecimento político da sua real dimensão e implicações, bem como das respostas existentes para o seu tratamento... Apenas pretendo abrir um espaço para a interrogação a denúncia a informação... Talvez dessa troca de ideias resulte benefício para alguém ( doente, familiar, amigo... ) como, por exemplo, a identificação do seu sofrimento, o início da compreensão e da aceitação da depressão como doença, um incentivo para a procura de mais conhecimentos, um incentivo para predir ajuda na sua cura ou na melhor qualidade de vida, ou o renovar da esperança perdida... Bem hajam! os que quiserem e não tiverem medo ou vergonhar de comentar: criticar, sugerir, informar, questionar, contar, interrogar-se, lamentar-se...